Berlusconi quer coalizão com centro-esquerda na Itália

O ex-primeiro-ministro italiano Silvio Berlusconi afirmou nesta sexta-feira que está pronto para apoiar um governo de coalizão com o líder de centro-esquerda, Pier Luigi Bersani, mas rejeitou outra administração tecnocrata como a conduzida por Mario Monti.

Reuters

29 de março de 2013 | 10h47

"Nossa posição não mudou, nós expressamos isso com absoluta clareza ao presidente", disse Berlusconi a repórteres, após encontrar o presidente Giorgio Napolitano.

Berlusconi declarou que acredita que há espaço para um acordo em uma série de medidas para lidar com a crise econômica da Itália, mas insistiu que qualquer governo deve ser feito de partidos políticos, "dada a trágica experiência" do governo de Monti.

Roberto Maroni, líder do partido que é um aliado de Berlusconi, Liga Norte, também rejeitou outro governo tecnocrata, dizendo que é melhor ocorrer outra eleição, após as votações em fevereiro, que deixaram o país em um entrave.

(Reportagem de James Mackenzie)

Tudo o que sabemos sobre:
ITALIABERLUSCONICOALIZAO*

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.