Bernanke e temor de juro na China derrubam mercados na Ásia

As bolsas de valores da Ásia caíram pela segunda sessão seguida nesta quinta-feira, depois de o presidente do banco central norte-americano sinalizar que a recuperação da maior economia do mundo ainda é frágil.

REUTERS

10 de fevereiro de 2011 | 08h27

Além disso, temores sobre mais altas de juros na China e sobre a capacidade dos governos dos países emergentes da Ásia de lidarem com a inflação levaram os investidores a embolsar lucros.

O índice MSCI que reúne bolsas da região Ásia-Pacífico com exceção do Japão recuava 1,8 por cento, para 464,57 pontos, pela manhã.

Na véspera, o chairman do Federal Reserve, Ben Bernanke, disse que o desemprego no país continua muito alto.

No Japão, o índice acionário Nikkei caiu 0,11 por cento, para 10.605 pontos. A bolsa de Hong Kong perdeu 1,97 por cento, para 22.708 pontos.

Taiwan caiu 1,89 por cento; Seul perdeu 1,81 por cento; e Cingapura declinou 1,5 por cento.

Na Austrália, por outro lado, a bolsa de Sydney subiu 0,2 por cento, a 4.914 pontos. A China também conseguiu subir, em 1,59 por cento, para 2.818 pontos, com os ganhos dos setores imobiliário e bancário.

(Por Ian Chua)

Tudo o que sabemos sobre:
BOLSAASIAFECHA*

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.