BHP começa a ganhar com petróleo nos EUA; eleva produção de minério

O investimento da BHP Billiton em exploração de petróleo em terra nos EUA está começando a dar resultado financeiro, com um aumento de 15 por cento na produção de líquidos no último trimestre, à medida que a companhia perfura novos poços em suas grandes propriedades de xisto no Texas.

Reuters

17 de abril de 2013 | 14h07

Diante da queda dos preços de gás natural nos EUA, a BHP informou nesta quarta-feira em seu relatório trimestral que vai gastar 80 por cento do seu orçamento de 4 bilhões de dólares no desenvolvimento de projetos de xisto Eagle Ford e Permiano, suas maiores unidades produtoras de líquidos.

O aumento na produção de líquidos para 5 milhões de barris ajudou a compensar uma queda nas unidades no mar, mantendo a divisão de óleo no caminho para atingir as estimativas de produção para o ano fiscal 2013, enquanto a BHP busca reduzir sua dependência do setor de mineração.

A mineradora global ficou dentro da estimativa de produção para todo o ano para a maioria dos negócios em seu relatório de março, com a divisão de minério de ferro relatando um aumento de 6 por cento ante o mesmo trimestre do ano anterior, para 40,2 milhões de toneladas, apesar do efeitos do mau tempo na Austrália.

A BHP, a terceira maior produtora de minério de ferro do mundo, atrás de Vale e Rio Tinto, disse que as taxas anualizadas de produção estavam se aproximando de 200 milhões de toneladas, e manteve a sua previsão de produção para o ano fiscal de 2013 em 183 milhões de toneladas.

(Por James Regan)

Tudo o que sabemos sobre:
MINERACAOPETROLEOBHP*

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.