Bill Gates doa US$ 287 milhões para combate à aids

A Fundação Bill e Melinda Gates, do dono da empresa informática Microsoft, anunciou a doação de US$ 287 milhões (aproximadamente R$ 630 milhões) para acelerar o desenvolvimento de uma vacina contra o vírus HIV/aids. O dinheiro será dividido entre 16 equipes científicas do mundo, com o objetivo de que elas trabalhem de forma mais próxima e coordenada em pesquisas inovadoras, que se tornarão a base para projetos futuros.Todos os beneficiados - 165 cientistas em 19 países - concordaram em dividir suas descobertas, mesmo que antes estivessem trabalhando em pesquisas rivais.MutaçãoDezenas de vacinas contra a aids foram testadas nos últimos 25 anos, mas a alta capacidade de mutação do vírus torna difícil a descoberta de uma vacina eficiente.Acredita-se que mais de 40 milhões de pessoas estejam infectadas com o vírus em todo o mundo. Alguns dos grupos de cientistas beneficiados são conhecidos no campo de pesquisa de HIV/aids, enquanto outros são menos famosos.Um dos projetos apoiados pela fundação vai tentar isolar um grande número de anticorpos humanos e animais, incluindo de lhamas, para ver se eles são capazes de neutralizar o HIV. Outro projeto tentará usar vírus próximos ao da varíola para formular uma vacina.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.