BMW terá de indenizar família de sertanejo

Dezesseis anos após o acidente automobilístico que matou o cantor sertanejo João Paulo, a Justiça condenou a BMW a pagar indenizações por danos morais e pensões para a mulher e a filha do artista. A vítima conduzia um carro da empresa alemã quando perdeu o controle e capotou na Rodovia dos Bandeirantes. A montadora informou que apresentará recurso contra a decisão de 1.ª instância. A sentença reverteu a visão anterior da Justiça, que havia absolvido a BMW de responsabilidades, em 2003.

AE, Agência Estado

29 Outubro 2013 | 20h37

Mais conteúdo sobre:
João Paulo BMW Justiça

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.