BNDES aprova condições de apoio para concessões das BR 116/MG e BR 040

O Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES) aprovou as condições de apoio às concessões das rodovias, em Minas Gerais, Goiás e Distrito Federal, informou nesta terça-feira o banco de fomento.

Reuters

16 de janeiro de 2013 | 14h43

O BNDES poderá apoiar o vencedor do leilão por meio de financiamento ou por renda variável. Neste último caso, a BNDESPar , empresa de participações do banco, poderá subscrever ações ou outros valores mobiliários conversíveis ou permutáveis em ações, a seu critério.

O financiamento terá um prazo total de 240 meses, com carência de até 36 meses. A taxa cobrada será de TJLP mais 1,5 por cento ao ano, com até 80 por cento dos itens financiáveis.

O empréstimo-ponte terá a mesma remuneração do financiamento principal, com prazo de até nove meses. O valor será até 30 por cento do financiamento de longo prazo.

Para que a BNDESPar participe, a beneficiária deverá ter controle maioritariamente privado, e o aporte mínimo deverá ser de 100 milhões de reais.

A participação limite será de 20 por cento do capital social da beneficiária ou equivalente a 30 por cento do capital próprio relativo à referida concessão, o que for menor. O BNDES também vai exigir condições de governança e de liquidez.

Os leilões estão marcados para 30 de janeiro e as concessões terão prazo de 25 anos.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.