Boca de urna coloca conservadora Park em vantagem na Coreia do Sul

Uma pesquisa de boca de urna realizada por emissoras de TV sul-coreanas mostrou a candidata conservadora Park Geun-hye, filha de um ex-ditador militar do país, em vantagem na eleição presidencial da Coreia do Sul, nesta quarta-feira.

Reuters

19 Dezembro 2012 | 07h20

A pesquisa colocou Park com 50,1 por cento dos votos, ante 48,9 por cento para o candidato de esquerda Moon Jae-in.

A pesquisa foi realizada por três emissoras e divulgada logo após o fechamento das urnas, às 18h (7h em Brasília), no país asiático de 50 milhões de habitantes.

Park foi uma espécie de "primeira-dama" da Coreia do Sul durante parte do regime de 18 anos de seu pai, Park Chung-hee, após o assassinato da esposa do então presidente.

(Reportagem de Jack Kim)

Mais conteúdo sobre:
COREIA ELEICOES BOCADEURNA*

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.