Boicote da Argentina irrita cartolas da Fifa

A Argentina resolveu boicotar o sorteio dos grupos da Copa, como protesto pela suspensão de dois meses imposta ao técnico Maradona, e irritou a Fifa. Os dirigentes da entidade consideram sem cabimento uma seleção candidata ao título comparecer à cerimônia do dia 4 apenas com cartolas - o presidente da AFA, Julio Grondona, e Eduardo Deluca, também dirigente da Conmebol. Como a Fifa não permitiu ao punido Maradona participar do sorteio - deve ir à África do Sul como turista -, o auxiliar Carlos Bilardo também decidiu não ir, "em solidariedade"". O gesto foi encarado como um desrespeito à entidade.

, O Estadao de S.Paulo

28 de novembro de 2009 | 00h00

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.