Bolsas da Europa fecham em baixa, bancos franceses sofrem

As bolsas de valores da Europa fecharam em baixa nesta terça-feira, com destaque negativo para os bancos da França, depois que a Moody's alertou sobre a nota de crédito do país.

REUTERS

18 Outubro 2011 | 14h05

A notícia da Moody's, que saiu na noite de ontem, pressionou ações de bancos como Société Générale, BNP Paribas e Crédit Agricole, que perderam entre 3,3 e 5 por cento.

"É difícil saber qual será o futuro para os bancos", disse Louise Cooper, analista de mercado da BGC Partners. "As posições de liquidez dos bancos não estão ótimas. Eles têm enormes livros de empréstimos e precisam de uma quantia enorme de financiamento todo dia."

O índice das principais ações europeias FTSEurofirst 300 recuou 0,54 por cento, aos 960 pontos.

Em LONDRES, o índice Financial Times fechou em baixa de 0,48 por cento, a 5.410 pontos.

Em FRANKFURT, o índice DAX subiu 0,31 por cento, para 5.877 pontos.

Em PARIS, o índice CAC-40 perdeu 0,79 por cento, para 3.141 pontos.

Em MILÃO, o índice Ftse/Mib teve valorização de 0,35 por cento, para 15.970 pontos.

Em MADRI, o índice Ibex-35 retrocedeu 0,60 por cento, para 8.811 pontos.

Em LISBOA, o índice PSI20 encerrou em queda de 0,12 por cento, para 5.995 pontos.

(Reportagem de Joanne Frearson)

Mais conteúdo sobre:
BOLSAEUROPA FECHA*

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.