Bolsas europeias fecham em queda pela 4a sessão consecutiva

As bolsas de valores da Europa encerraram em baixa pela quarta sessão consecutiva nesta terça-feira, pressionadas por ações de serviços de utilidade pública e de energia. Investidores permaneciam nervosos antes da temporada de resultados corporativos e preocupados com o ritmo da recuperação econômica global.

REUTERS

07 Julho 2009 | 13h16

O índice FTSEurofirst 300, referência das principais bolsas europeias, caiu 0,79 por cento, para 826 pontos, após ter alcançado 840 pontos no início do pregão.

Mas o indicador, que despencou 45 por cento em 2008, ainda acumula alta de 28 por cento desde que atingiu a mínima recorde no começo de março.

As ações de serviços de utilidade pública registraram as maiores perdas, com GDF Suez, E.ON, National Grid e Centrica recuando entre 1,7 e 4,1 por cento.

Os papéis do segmento de energia acompanharam a fraqueza dos preços do petróleo. Royal Dutch Shell, Repsol, Total, ENI e Cairn Energy retrocederam de 1,2 a 3,4 por cento.

Em LONDRES, o índice Financial Times cedeu 0,19 por cento, para 4.187 pontos.

Em FRANKFURT, o índice DAX recuou 1,15 por cento, para 4.598 pontos.

Em PARIS, o índice CAC-40 caiu 1,09 por cento, para 3.048 pontos.

Em MILÃO, o índice Ftse/Mib perdeu 1,28 por cento, para 18.321 pontos.

Em MADRI, o índice Ibex-35 declinou 0,51 por cento, para 9.520 pontos.

Em LISBOA, o índice PSI20 teve desvalorização de 0,23 por cento, para 7.077 pontos.

(Reportagem de Atul Prakash)

Mais conteúdo sobre:
BOLSAEUROPAFECHA*

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.