Bolsas sobem com fim de disputa eleitoral nos EUA

Perspectiva de definição política na maior economia do mundo anima mercados.

Da BBC Brasil, BBC

04 Novembro 2008 | 20h18

Os mercados na Europa, nos Estados Unidos, na Ásia e no Brasil fecharam em alta nesta terça-feira, dia das eleições presidenciais americanas. Segundo analistas, o desempenho dos mercados se deve à expectativa dos investidores de que o pleito americano acabe com as incertezas e aponte um vencedor claro, com mandato para adotar medidas decisivas de combate à crise que afeta a maior economia do mundo. Ne Europa, o índice FTSE 100, de Londres, fechou em alta de 4,42%, e o Cac, de Paris, de 4,62%. Em Frankfurt, o Dax registrou alta de 5%. Em São Paulo, o Ibovespa fechou com alta de 5,24%. No Japão, o Nikkei 225 teve alta de 6,27%. Nova York O índice Dow Jones, da Bolsa de Nova York, fechou em alta de 3,28%. O Nasdaq subiu 3,12%. Segundo o repórter de economia da BBC Mark Gregory, há entre os investidores a sensação de que a pior fase da crise financeira pode ter passado. Nos últimos dez dias, as bolsas apresentaram altas significativas, depois de terem registrado fortes baixas nos dois meses anteriores. De acordo com Gregory, nestas eleições, os investidores encaram a escolha do novo presidente americano como um evento relativamente menor em comparação aos perigos do colapso do sistema bancário e de uma recessão global. BBC Brasil - Todos os direitos reservados. É proibido todo tipo de reprodução sem autorização por escrito da BBC.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.