Bomba caseira é encontrada em banheiro de escola no interior de SP

Se explodisse, artefato poderia ter destruído parte do banheiro e ferido pessoas que estivessem nas proximidades

José Maria Tomazela, O Estado de S. Paulo

10 de março de 2014 | 15h49

SOROCABA - Uma bomba caseira foi encontrada presa ao vaso sanitário do banheiro masculino da Escola Estadual Epaminondas de Oliveira, em São Roque, região de Sorocaba, na manhã desta segunda-feira, 10. O artefato havia sido construído com quatro bombas típicas de festas juninas, enroladas com fita isolante. Um cigarro foi colocado entre as bombas como detonador. De acordo com a Guarda Civil Municipal, a intenção era que o cigarro queimasse até a pólvora, detonando a explosão. O fogo, no entanto, apagou-se antes.

Segundo a GCM, juntas, as bombas têm poder elevado de destruição e, se explodissem, poderiam ter destruído parte do banheiro e ferido pessoas que estivessem nas proximidades. O artefato foi recolhido e entregue à Polícia Civil. De acordo com a polícia, a ação é de vandalismo, já que as paredes do banheiro foram pichadas.

A direção da escola, que fica no distrito de São João Novo, abriu uma sindicância para apurar o ocorrido. Três alunos suspeitos de terem colocado a bomba foram ouvidos, mas a apuração é mantida em sigilo.

Tudo o que sabemos sobre:
escolabomba caseirabanheiro

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.