Bope descobre armas e uma tonelada de drogas enterradas

Cerca de três toneladas de drogas, acondicionadas em sacos plásticos, além de cinco fuzis e um notebook, foram encontradas pela Polícia Militar enterradas em um matagal a cerca de 200 metros da cabeceira da pista do aeroporto do Galeão, na Ilha do Governador, na zona norte do Rio, na tarde desta quinta-feira. Ninguém foi preso.

FÁBIO GRELLET, Estadão Conteúdo

06 Novembro 2014 | 17h25

Policiais do Batalhão de Operações Especiais (Bope) descobriram que as drogas eram enterradas no local durante uma operação de combate ao tráfico de drogas realizada ao longo do dia na favela Parque das Missões, em Duque de Caxias (Baixada Fluminense). Após destruir barricadas montadas por traficantes nessa comunidade, os homens da tropa de elite descobriram que os traficantes dali recebiam drogas distribuídas a partir da Ilha do Governador. Vasculhando a comunidade, os PMs conseguiram informações de que as drogas eram enterradas nesse local, e foram até lá.

O esconderijo fica fora da área do aeroporto, em um matagal na direção da cabeceira 10 do terminal 2. É mais fácil ter acesso ao local de barco. O Bope suspeita que o tráfico era realizado em duas etapas: os fornecedores deixavam as drogas enterradas ali e outro grupo ia buscá-las. Essa movimentação provavelmente ocorria durante a madrugada.

Mais conteúdo sobre:
Bopetráficodrogas

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.