BR Properties pode levantar R$840,6 milhões em oferta primária

A BR Properties pode obter cerca de 840 milhões de reais em uma oferta pública primária de ações na Bovespa.

REUTERS

17 Junho 2011 | 07h50

A companhia planeja emitir 35 milhões de novas ações ordinárias, cujos recursos irão para o caixa da empresa, conforme prospecto divulgado nesta sexta-feira.

Se considerada a cotação de fechamento dos papéis na véspera, de 17,79 reais, a operação pode movimentar 622,65 milhões de reais.

A emissão pode ser acrescida de lotes suplementar e adicional com, respectivamente, 5,25 milhões e 7 milhões de ações, o que elevaria a captação a 840,6 milhões milhões de reais.

A reserva dos papéis poderá ser feita somente em 27 de junho, sendo que a fixação do preço por ação ocorre no dia seguinte. As novas ações da BR Properties começam a ser negociadas no segmento Novo Mercado da Bovespa em 1o de julho.

A oferta, que terá esforços de colocação no exterior, está sendo coordenada pelos bancos Itaú BBA (líder), Bradesco BBI, J.Safra e Santander Brasil.

Os recursos obtidos com a oferta serão destinados "a aquisições e incorporações de imóveis comerciais, inclusive por meio da compra de sociedade ou fundo de investimento", afirma a BR Properties no documento.

(Por Vivian Pereira)

Mais conteúdo sobre:
CONSTRUCAOBRPROPERTIESOFERTA*

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.