Brasil considera Okonjo-Iweala e Ocampo ótimos nomes ao Bird

O Brasil considera que a ministra das Finanças nigeriana, Ngozi Okonjo-Iweala, e o ex-ministro das Finanças colombiano, José Antonio Ocampo, são ótimos candidatos para chefiar o Banco Mundial, o que sinaliza maior coordenação entre os países em desenvolvimento para desafiar os Estados Unidos na disputa pelo cargo.

REUTERS

21 Março 2012 | 13h11

Os países do Bric e outras nações em desenvolvimento estão em "contato próximo" no que diz respeito às indicações para o banco, afirmou à Reuters o secretário de Assuntos Internacionais do Ministério da Fazenda do Brasil, Carlos Márcio Cozendey.

"Continuamos a pensar que o presidente (do banco) deve ser escolhido por mérito e, nesse sentido, é muito positivo ter um processo de concorrência aberto, em que os candidatos confrotem suas visões sobre o banco", respondeu Cozendey por email.

"Não há dúvida que o Banco Mundial deve ser cada vez mais percebido como um instrumento dos países em desenvolvimento e não só para os países em desenvolvimento", completou ele

Okonjo-Iweala e Ocampo, ambos com credenciais de economistas e diplomatas, devem ser indicados para a presidência do banco, disseram fontes com conhecimento do assunto.

Washington detém a presidência desde a fundação do banco após a Segunda Guerra Mundial, enquanto um europeu sempre liderou o Fundo Monetário Internacional (FMI). Os EUA ainda têm de apontar publicamente um candidato para suceder Robert Zoellick.

O prazo final para submeter as indicações é sexta-feira, e a administração Obama afirmou que apontará um nome até lá. Todos os 187 membros do Banco Mundial se comprometeram em adotar um processo com base em mérito para escolher o sucessor de Zoellick.

As indicações serão entregues ao conselho do Banco Mundial, formado por 25 membros. O conselho afirmou que decidirá sobre o novo presidente no próximo mês.

(Por Alonso Soto)

Mais conteúdo sobre:
MACROBIRDBRASIL*

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.