Brasil continua com 30 casos suspeitos de nova gripe--ministério

O Ministério da Saúde informou neste sábado que o Brasil permanece com 30 casos considerados suspeitos da gripe H1N1l, após ter anunciado na véspera que o número de casos confirmados subiu de quatro para seis no país.

REUTERS

09 de maio de 2009 | 16h22

O Estado de São Paulo concentra a maioria dos casos suspeitos, com 12 pacientes, seguido por Minas Gerais (4), Distrito Federal (2), Goiás (2), Santa Catarina (1), Mato Grosso do Sul (1), Pernambuco (1), Ceará (1) , Rondônia (1) e Rio de Janeiro (1), disse o ministério em nota.

Outras 25 pessoas estão sendo monitoradas em oito Estados, enquanto o número de casos já descartados para a doença, que ficou conhecida como gripe suína, é de 123.

Na sexta-feira, ao anunciar os dois últimos casos confirmados da gripe, o ministro da Saúde, José Gomes Temporão, informou que um homem do Rio de Janeiro foi o primeiro paciente a contrair a doença sem ter deixado o país.

Ele é amigo de outro carioca -- o primeiro paciente do Estado confirmado com a doença, que contraiu o vírus durante viagem ao México. Ambos seguem internados em isolamento no Hospital do Fundão, da UFRJ.

As outras quatro pessoas infectadas no país -- duas em São Paulo, uma em Minas Gerais e uma em Santa Catarina-- apresentaram boa recuperação clínica e já receberam alta.

A Secretária de Saúde do Rio de Janeiro anunciou neste sábado que vai aumentar o rigor na triagem dos passageiros provenientes do exterior para tentar combater a doença.

"É um aumento na sensibilidade da busca por pacientes que possam estar com sinais da Influenza A", disse o secretário Sérgio Cortes a jornalistas.

Apesar da transmissão do vírus no Brasil, Temporão disse na sexta-feira que não existe a possibilidade de uma epidemia.

"A detecção dos casos é uma mostra que o trabalho está dando certo. Pelo que está acontecendo no mundo, a situação aqui é bastante razoável", afirmou no Rio de Janeiro.

Neste sábado, a Organização Mundial da Saúde (OMS) informou que o vírus H1N1 já infectou 3.440 pessoas em 29 países.

(Por Jenifer Corrêa e Pedro Fonseca)

Tudo o que sabemos sobre:
GRIPEBRASILSABADSUSPEITOS*

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.