Brasil e China lançarão novo satélite nos próximos meses

Brasil e China já puseram em órbita dois satélites, em 1999 e 2003, que geraram mais de 1 milhão de imagens

Efe,

30 Julho 2007 | 16h45

Brasil e China vão colocar em órbita seu terceiro satélite conjunto, equipado com câmaras de alta definição para uso agrícola, em mineração e meio ambiente durante o próximo outono do hemisfério norte, segundo anunciou a Administração Nacional Espacial chinesa.   Veja também:  CBERS- Inpe   O satélite CBERS 02B será lançado de Taiyuan, capital da província chinesa de Shanxi (norte), em setembro ou outubro, com algum de atraso em relação ao plano original, que estabelecia uma data para a decolagem em setembro, segundo informou hoje a agência estatal Xinhua.   O diretor da Administração Nacional Espacial da China, Sun Laiyuan, assegurou que o satélite, construído no Brasil, está pronto para seu lançamento, e afirmou que ele possui uma câmara de alta definição.   Brasil e China já puseram em órbita dois satélites, em 1999 e 2003, que transmitiram mais de um milhão de imagens, e os dois países se comprometeram a desenvolver outros dois modelos, o 03 e o 04, sendo que o primeiro será lançado em 2009.   Os dois satélites que já estão em órbita emitiram mais de um milhão de imagens da Terra que foram compartilhadas pelos dois países através do projeto CBERS (Satélite Sino-Brasileiro de Recursos Terrestres), e que depende do Instituto Brasileiro de Pesquisas Espaciais (Inpe).   Além da parceria com a China, o governo brasileiro desenvolve programas de cooperação no lançamento de satélites com Índia, Ucrânia, Rússia e Estados Unidos.

Mais conteúdo sobre:
satélite cbers inpe

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.