Brasil eleva produção de carne suína em 2011; exportações caem

O Brasil produziu 3,4 milhões de toneladas de carne suína em 2011, com leve aumento em relação ao ano anterior, quando foram produzidas 3,23 milhões de toneladas, segundo dados divulgados pela Associação Brasileira da Indústria Produtora e Exportadora de Carne Suína (Abipecs) nesta terça-feira.

REUTERS

08 Maio 2012 | 12h45

O levantamento mostra que com a valorização do real houve um fortalecimento do mercado interno, puxado pela alta do consumo per capita no país, e uma diminuição das exportações, que recuaram para 516 mil toneladas em 2011, contra 540 mil toneladas no ano anterior, ou queda de 4,5 por cento.

As receitas totalizaram 1,43 bilhão de dólares no ano, pouco acima dos 1,34 bilhão de dólares somados em 2010.

Dados da associação mostram que as vendas externas do setor vêm recuando desde 2009, ano em que somaram 607 mil toneladas.

Já o consumo interno segue trajetória de alta desde 2008, quando estava em 13,4 kg per capita, e subindo a 15,1 kg per capita no ano passado.

Em dezembro, a Abipecs havia apontado um aumento das exportações de carne suína para Hong Kong, mas o aumento foi insuficiente para compensar as perdas para o mercado russo, que recuaram depois que o país impôs embargo parcial ao produto brasileiro, em junho do ano passado.

Tradicionalmente, a Rússia é o principal destino da carne suína do Brasil.

(Por Patrícia Monteiro)

Mais conteúdo sobre:
COMMODS ABIPECS ANO*

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.