Brasil registra aumento de 45% nos casos de dengue

O número de casos de dengue no Brasil aumentou 45% nos primeiros sete meses deste ano, quando comparados com o mesmo período de 2006. Até julho, foram confirmados 438.949 infecções pelo vírus. Três Estados contribuíram para o expressivo aumento de casos. Mato Grosso do Sul apresentou 72.183 casos, ante aos 12.813 detectados em 2006. Em seguida o Rio de Janeiro, com 46.857 pacientes com infecção confirmadas - um aumento expressivo diante dos 28.676 apresentados no ano passado. E Paraná, que até agora registrou 43.691 pacientes, número dez vezes maior que o do ano passado: 4.300 doentes.O aumento significativo não é surpresa. Em 2006, um levantamento feito para identificar áreas onde há presença de criadouros do mosquito Aedes aegypti, transmissor da doença, já apontava um aumento das áreas de risco. A tendência se confirmou em muitos municípios. Apesar desta constatação, o secretário de Vigilância em Saúde, Gerson Pena, não quis atribuir o aumento do número de casos a uma prevenção inadequada de gestores. "O crescimento é fruto de uma conjunção de fatores", disse o diretor de gestão da SVS, Fabiano Pimenta. Entre eles, a dificuldade da população em mudar seus hábitos. Pena citou como exemplo outras doenças, como Aids e câncer de pele, em que a população demorou para incorporar o uso de camisinhas nas relações sexuais e, no caso do câncer, o filtro solar antes da exposição ao sol. "Com a dengue não é diferente. A população sabe como evitar o mosquito, mas 55% reconhecem que o vizinho não adota medidas necessárias", afirmou, citando uma pesquisa recém-concluída pelo ministério sobre o nível de informação da população sobre a doença.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.