Brasileira até o caroço

Ela se finge de durona, mas derrete de doce. É bênção e armadilha irresistível: quem começa a comer, não para mais. Quando Deus nos deu a jabuticaba (a musa dos quintais de Lobato), confirmou que não é só brasileiro: é jabuticabeiro

O Estado de S.Paulo

13 Outubro 2011 | 03h07

A casca tem um leve amargor, a polpa é extremamente doce; e o caroço, azedinho. Por unir em uma só fruta qualidades tão distintas, a jabuticaba é ótima para ser "engarrafada".

Além do bom sabor, as bebidas com jabuticaba saem na frente em relação aos pratos no quesito durabilidade - você consegue manter a jabuticaba o ano todo na despensa. Prova da versatilidade da fruta é a galeria com as bebidas ao lado. Uma caipirinha para abrir o apetite, um licor ou um "vinho do porto" para fechar a refeição, o frisante para acompanhar o prato principal ou uma cerveja com petiscos? É só escolher.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.