Brasileira é encontrada morta em Orlando, na Flórida

A brasileira Jorgete Acarie, de 43 anos, foi morta em sua casa nos arredores de Orlando, na Flórida. Seu corpo foi encontrado pela polícia, com o filho de dois anos ao lado, sem ferimentos. O principal suspeito pela morte dela é o ex-namorado dela e pai da criança, Kristopher Gould.

GUSTAVO CHACRA, CORRESPONDENTE, Agência Estado

28 de agosto de 2012 | 22h42

Dona de uma casa de massagem chamada Brazilian Touch, Jorgete travava uma disputa judicial com Gould para conseguir pensão, de acordo com as autoridades. Ela também o acusava de violência doméstica e disse no passado ter sido ameaçada de morte.

Em depoimento no ano passado, Jorgete disse "ter recebido centenas de ligações e mensagens de texto todos os dias. Ele também aparecia sem ser convidado em casa todos os dias". Até agora, a polícia não conseguiu localizar Gould. A criança está sob guarda da Justiça.

Mais conteúdo sobre:
BrasileiramorteFlórida

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.