Brasileira reclama de 'truculência' em ação de agentes britânicos

Agentes foram ao restaurante de Alessia de Souza atrás de imigrantes ilegais.

Fernanda Nidecker, BBC

29 Fevereiro 2008 | 15h45

A brasileira Alessia de Souza, de 33 anos, reclama de "truculência" dos agentes de imigração britânicos em uma das duas operações realizadas em seu restaurante com objetivo de identificar imigrantes ilegais.Em entrevista à BBC Brasil, a brasileira diz que, em pouco mais de um mês, os agentes da imigração foram duas vezes a seu restaurante, no norte de Londres, dizendo ter recebido denúncias de que ela estaria empregando imigrantes ilegais.Alessia afirma que na primeira vez, em novembro do ano passado, "eles foram educados". Durante a ação, os agentes levaram três brasileiros que estariam em situação ilegal na Grã-Bretanha.O Ministério do Interior britânico confirmou que dois deles estavam irregulares e ambos foram deportados, segundo a brasileira.Documento falsoAlessia se defende dizendo que os brasileiros apresentaram uma carteira de identidade portuguesa falsa para conseguir o trabalho."Os agentes me deram boas orientações sobre como me certificar que os documentos não são falsos e, desde então, estou mais cautelosa", afirma a brasileira.Ela diz que, pouco mais de um mês depois, os agentes voltaram ao restaurante, mas, dessa vez, foram "agressivos e grosseiros"."Eles chegaram em três vans. Eram mais de dez", afirma a brasileira. "Chegaram ao restaurante em pleno horário de almoço, fecharam a porta e foram entrando. Desligaram a televisão e nem deixaram meu marido se levantar da cadeira."De acordo com Alessia, depois de investigar a situação dos funcionários, os agentes quiseram fazer o mesmo com os clientes."Isso eu achei um absurdo e não permiti", diz. "Para mim, isso é racismo, birra com estrangeiro. Duvido que fariam o mesmo em um restaurante inglês."Os agentes concordaram em não checar a documentação dos clientes e deixaram o restaurante levando uma brasileira que era amiga de uma das funcionárias e estaria em situação ilegal no país.MultaAlessia diz estar ciente das novas regras que impõem, a partir desta sexta-feira, uma multa de mais de R$ 33 mil para empregadores que admitirem imigrantes ilegais."Todo país tem suas regras, e temos que respeitar", afirma a brasileira, reconhecendo que as novas restrições devem prejudicar seu negócio. "Vai ser difícil achar imigrante legal que queira lavar prato."Procurado pela BBC Brasil para comentar a descrição da brasileira sobre o comportamento dos agentes de imigração, o Ministério do Interior britânico disse que não faz declarações sobre "casos isolados"."Milhares de operações foram realizadas no ano passado na Grã-Bretanha para identificar e remover imigrantes ilegais", disse o governo britânico em comunicado."A mensagem é simples: é muito mais fácil para os empregadores trabalharem com a gente do que contra a gente", acrescenta a nota. "Se encontrarmos evidências de que estão agindo ilegalmente, eles serão processados, terão de pagar uma multa e poderão ser presos."BBC Brasil - Todos os direitos reservados. É proibido todo tipo de reprodução sem autorização por escrito da BBC.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.