Brasileiro quer tornar crime a homofobia, diz DataSenado

O apoio ao projeto é maior na região Sul, entre pessoas com curso superior, jovens de 16 a 29 anos e ateus

AE, Agencia Estado

24 de junho de 2008 | 15h44

Pesquisa realizada pelo Instituto DataSenado, divulgada nesta terça-feira, 24, mostra que 70% dos brasileiros concordam com a aprovação do projeto de lei que torna crime a discriminação de homossexuais. Foram ouvidas 1.120 pessoas, de 6 a 16 de junho, das quais 69% conheciam a proposta. O projeto de lei foi aprovado na Câmara em 7 de dezembro de 2006 e tramita atualmente na Comissão de Assuntos Sociais (CAS) do Senado.O apoio ao projeto é maior na região Sul (73%), entre pessoas com curso superior (78%), jovens de 16 a 29 anos (76%) e ateus (79%). Os menores porcentuais de aval à proposta foram registrados no Centro-Oeste (55%), entre pessoas que estudaram até a 4ª série do Ensino Fundamental (55%), que tenham de 50 a 59 anos (64%) e evangélicos (55%).O projeto altera a Lei 7.716/99, que trata de crimes de discriminação por raça, cor, etnia, religião e nacionalidade. A proposta é estender as punições aos comportamentos homofóbicos. Passaria a ser crime impedir, recusar ou dificultar o acesso ao mercado de trabalho e a ambientes públicos ou privados por causa de orientação sexual.

Tudo o que sabemos sobre:
homofobiabrasil

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.