Brazil Summary

A popularidade recorde do presidente Luiz Inácio Lula da Silva o coloca na condição de maior puxador de votos do país, apontou pesquisa do Instituto Sensus nesta segunda-feira. A sondagem, encomendada pela Confederação Nacional do Transporte (CNT), não só mostra que o eleitor leva a opinião do presidente em consideração como também aponta os programas sociais como principal elemento para essa transferência. Para almirante, modernização da Marinha precisa de R$4 bi ao ano ITAPEMIRIM, Espírito Santo (Reuters) - A Marinha precisa de quase 4 bilhões de reais por ano para se modernizar tanto na área de equipamentos quanto na de treinamento de pessoal, segundo avaliação do comandante de Operações Navais, almirante de Esquadra Álvaro Luiz Pinto. "Só para se ter uma idéia, para a manutenção do status quo a Marinha precisa de 2,8 bilhões ano", afirmou o militar a jornalistas que acompanharam manobras da Operação Atlântico, que simula a defesa da infra-estrutura do petróleo, na cidade capixaba de Itapemirim. Celular pode gerar cerca de R$5 mi em receitas ao Metrô de SP SÃO PAULO (Reuters) - Antes mesmo que os 3,3 milhões de usuários diários dos trens do Metrô de São Paulo possam utilizar seu celular em todas as estações, a rede de telefonia móvel implantada na infra-estrutura da Companhia do Metropolitano começa a gerar receita à empresa. O regulamento prevê que o pagamento das operadoras pelo uso da infra-estrutura comece em até seis meses do início das transmissões, o que fez com que em maio algumas delas já começassem a pagar. Meirelles insiste que Brasil tem condição de enfrentar crise SÃO PAULO (Reuters) - O presidente do Banco Central, Henrique Meirelles, reafirmou nesta segunda-feira, que a economia brasileira tem condições de enfrentar a atual crise do sistema financeiro mundial. Durante palestra em evento em São Paulo, Meirelles reconheceu que a economia brasileira sofrerá um impacto dos problemas vividos no mercado financeiro internacional, mas com uma capacidade de resistência muito maior do que a que o país tinha no passado. Plano de defesa sai até o fim de outubro, diz Jobim ITAPEMIRIM, Espírito Santo (Reuters) - O Plano Nacional de Defesa, inicialmente previsto para ser anunciado em 7 de setembro, será divulgado até o fim de outubro, disse o ministro da Defesa, Nelson Jobim, nesta segunda-feira. O ministro também anunciou que a decisão sobre o acordo de cooperação militar com a França já foi tomada pelo governo e o pacto será assinado no fim do ano, durante uma visita do presidente francês ao Brasil. Tyson usará Brasil para ter acesso ao mercado europeu em aves SÃO PAULO (Reuters) - O Brasil será a porta de entrada na Europa para a Tyson Foods, maior processadora mundial de carnes, devido ao acesso do país sem restrições para exportação de aves a esse mercado. Com as restrições às vendas dos Estados Unidos à Europa devido a divergências relacionadas a métodos de produção, esse é um dos poucos mercados à que a Tyson não tem acesso. Quase 9.500 somalianos morrem em insurgência, diz agência MOGADISHU (Reuters) - As lutas na Somália mataram 838 pessoas desde junho, disseram ativistas locais na terça-feira, o que aumenta para 9.474 o númerio de mortos em uma insurgência que começou no início do ano passado. A Organização Elman pela Paz e pelos Direitos Humanos, cuja sede fica em Mogadishu, tem contado as mortes desde que combatentes islâmicos deram início a uma rebelião contra o governo interino apoiado pelo Ocidente e por seus aliados militares etíopes, nos moldes da insurgência iraquiana. Crise não deve tirar Brasil da rota do crescimento, diz Mantega SÃO PAULO (Reuters) - O ministro da Fazenda Guido Mantega afirmou que o Brasil se manterá na rota de crescimento sustentado, apesar do agravamento da crise financeira internacional e da forte queda da Bovespa nesta segunda-feira. "Não devemos nos impressionar com um ou dois dias (de queda na bolsa). E o problema é lá, não aqui", disse Mantega a jornalistas, após palestra em São Paulo. Presidente da VALE diz que negociação do minério é para 2009 SÃO PAULO (Reuters) - Um dia depois de a Vale admitir estar negociando um aumento de preços contratuais do minério de ferro com seus clientes na Ásia, o presidente da empresa afirmou que as negociações são para os contratos do ano que vem. Questionado sobre para quando seriam essas negociações, Roger Agnelli respondeu: "É tudo para o ano que vem". Açúcar termina em alta em NY, mas mercado fica com pé atrás NOVA YORK (Reuters) - Os contratos futuros do açúcar bruto negociados na bolsa de Nova York (ICE) terminaram em alta nesta quarta-feira, impulsionados por um movimento de cobertura de posições vendidas que levaram a uma modesta modesta recuperação do mercado, disseram traders. Apesar disso, os operadores continuam preocupados com a possibilidade de o produto ser novamente afetado pelas turbulências no mercado financeiro.

LULA TEM A, REUTERS

23 de setembro de 2008 | 02h24

Tudo o que sabemos sobre:
SUMMARY*

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.