Breno está de volta ao São Paulo

Zagueiro formou a melhor defesa do Brasileiro de 2007 ao lado de André Dias e Miranda e retorna sem custos ao clube

Giuliander Carpes, O Estadao de S.Paulo

05 Dezembro 2009 | 00h00

Breno, que formou a melhor defesa do Campeonato Brasileiro de 2007 com Miranda e André Dias, volta ao São Paulo. O zagueiro, reserva no Bayern de Munique, acertou ontem seu retorno por empréstimo de um ano. O clube paulista não pagará nada aos alemães com a promessa de que o jogador se revalorizará disputando a Taça Libertadores e a Série A do Brasileiro em 2010.

O defensor, de 20 anos, tinha proposta do Corinthians, que pagaria até um salário melhor, mas preferiu jogar de novo no time que lhe deu projeção. A contratação deve ser anunciada oficialmente amanhã, depois da partida com o Sport, às 17 horas, no Morumbi.

O jovem zagueiro é o jogador que Ricardo Gomes queria para mudar o esquema são-paulino em 2010. O técnico pretende preparar o time no 4-4-2 desde o início da pré-temporada e acabar com a dependência que a equipe tem de jogar no sistema com três defensores, implantado pelo técnico Muricy Ramalho em 2006 e mantido durante toda a passagem do treinador pelo clube, até o primeiro semestre deste ano.

O companheiro de Breno na defesa em 2010 deverá ser mesmo Miranda, que ontem reafirmou desejo de permanecer no clube. André Dias, por outro lado, tem proposta de um clube da Itália e deve atuar pela última vez pelo Tricolor amanhã, diante do Sport. A diretoria são-paulina não pretende segurá-lo, já que tem 30 anos e esta pode ser a chance derradeira para se transferir a uma equipe de ponta do futebol europeu.

MUDANÇA NO TIME

Para tentar não perder o bonde da Taça Libertadores de 2010, o São Paulo vai mudar. Ricardo Gomes tenta estancar o excesso de gols sofridos nas últimas rodadas com a tirada de Junior Cesar da ala esquerda. Jorge Wagner vai atuar na função, a exemplo do que fazia nos tempos de Muricy Ramalho, e Hugo segue no time.

Diante do Goiás (derrota por 4 a 2), na última rodada, dois gols surgiram nas costas de Junior Cesar. Contra o Botafogo (derrota por 3 a 2), no jogo anterior, outro. "Precisamos de um pouco mais de proteção à defesa. O Junior Cesar não sai por causa de suas atuações. O Hugo fecha melhor o meio", explica o técnico.

Ricardo Gomes perdeu ontem Richarlyson. O volante foi punido com dois jogos de suspensão pela expulsão contra o Botafogo. Cumpriu um diante dos goianos e agora desfalca o time na última partida da temporada. Arouca permanece na equipe ao lado de Hernanes.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.