Britânica é acusada de 'tatuar' com estilete homem adormecido

Segundo ela, homem com quem passou a noite teria pedido a ela que marcasse seu corpo.

Da BBC Brasil, BBC

02 de fevereiro de 2009 | 07h00

Uma mulher britânica de 22 anos está sendo acusada de marcar com estilete a pele de um homem com quem havia passado a noite enquanto ele estava adormecido sob o efeito de drogas e de álcool.Dominique Fisher teria marcado seu próprio nome no ombro direito do homem e uma estrela em suas costas, além de marcas diversas em seu braço esquerdo.Wayne Robinson, de 24 anos, teria acordado no dia seguinte e descoberto as 'tatuagens' ao se ver coberto de sangue e com cortes pelo corpo.Os dois haviam se conhecido em uma boate de Blackpool, no norte da Grã-Bretanha, e passado a noite juntos em um hotel. No dia seguinte, ele teria ido ao apartamento dela, onde ela teria feito as marcas em seu corpo.Em seu depoimento à Justiça, Fisher nega ter provocado ilegalmente os ferimentos em Robinson.Segundo ela, Robinson teria pedido a ela que marcasse seu corpo com o estilete, e ela apenas obedeceu ao seu pedido.Mas Robinson nega essa versão e diz que estava em estado de coma alcóolico, após ter tomado vodca e valium.BBC Brasil - Todos os direitos reservados. É proibido todo tipo de reprodução sem autorização por escrito da BBC.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.