Britânico pega perpétua por matar cinco prostitutas

Crimes ocorreram no final de 2006 na região da cidade de Ipswich, leste da Inglaterra.

Da BBC Brasil, BBC

22 Fevereiro 2008 | 18h35

O ex-motorista de caminhão britânico Steve Wright foi sentenciado à prisão perpétua nesta sexta-feira pelo assassinato de cinco mulheres na região da cidade de Ipswich, no leste da Grã-Bretanha.As cinco vítimas, Gemma Adams, Tania Nicol, Anneli Alderton, Paula Clennell e Annette Nicholls, trabalhavam como prostitutas.O juiz da corte de Ipswich, Peter Gross, afirmou que não teve dúvidas para determinar a pena de Wright."Esta foi uma campanha de assassinatos que tinha alvos definidos. É correto que você passe o resto de sua vida na prisão", afirmou.Os corpos nus das cinco mulheres foram encontrados jogados em diversos pontos nos arredores de Ipswich ao longo de 11 dias no início de dezembro de 2006. As mortes foram comparadas pela imprensa local às de Jack, o Estripador.Para o juiz, "houve um grau significativo de premeditação e planejamento" das mortes, mas Gross acrescentou ninguém ficará sabendo qual foi motivo.Braços abertosWright, de 49 anos, não expressou nenhuma reação à sentença. Ele disse durante o julgamento que manteve relações sexuais com quatro das cinco mulheres, mas negou os assassinatos.A polícia do condado de Suffolk, onde fica Ipswich, iniciou as investigações depois do desaparecimento de Tania Nicol, de 19 anos, no final de outubro de 2006.Duas semanas depois, Gemma Adams, de 25 anos, desapareceu, e os investigadores apontaram "semelhanças óbvias" entre os casos.Em seguida, ocorreram os desaparecimentos de Anneli Alderton, de 24 anos, Paula Clennell, de 24, e Annette Nicholls, de 29 anos.Os corpos de Anneli Alderton e Annette Nicholls foram encontrados com os braços abertos e estendidos, arrumados em uma posição de crucifixo.A série de crimes provocou uma das maiores caçadas policiais da Grã-Bretanha, envolvendo cerca de 500 agentes.UnanimidadeNesta sexta-feira, familiares das vítimas também estavam presentes na leitura da sentença.Phinney Nicol, tia da vítima mais jovem Tania Nicol, fez o sinal positivo com o polegar na saída do tribunal e disse apenas "resultado".Wright deve ser levado de Ipswich para a prisão de Belmarsh em Londres. Ele deve ser transferido para uma prisão de segurança máxima em seguida.BBC Brasil - Todos os direitos reservados. É proibido todo tipo de reprodução sem autorização por escrito da BBC.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.