Britânicos trabalham para incluir 'segundo extra' no Big Ben

Desaceleração da rotação da Terra torna necessário ajuste de relógios.

Da BBC Brasil, BBC

31 Dezembro 2008 | 18h51

As comemorações de Ano Novo trouxeram um desafio para os engenheiros que garantem o funcionamento perfeito do principal símbolo da festa em Londres: o Big Ben.Os engenheiros tiveram que trabalhar no - e contra o - relógio para incluir um segundo extra antes da meia-noite de quarta-feira.A mudança se tornou necessária por causa da pequena desaceleração na rotação da Terra. Com o avanço da tecnologia, os relógios se tornaram tão precisos que se descobriu que a rotação da Terra pode demorar um pouco mais ou menos que as 24 horas do dia.Por isso, o Serviço Internacional de Sistemas de Referência e Rotação da Terra (IERS, na sigla em inglês) acrescenta de vez em quando um "segundo bissexto" na escala de tempo para manter o ritmo de contagem das horas e de rotação da Terra em sincronia.AniversárioDesde 1972, já foram acrescentados 23 segundos bissextos.A expectativa era de que milhares de organizações em todo o mundo ajustassem seus relógios na noite de 31 de dezembro.As horas do Grande Relógio de Westminster, que define quando o Big Ben soa, são marcadas por um pêndulo de 226,8 quilos. O relógio pode ser ajustado ao se acrescentar ou retirar pesos posicionados em uma bandeja sobre o pêndulo.Neste ano, a atenção em torno do Big Ben passou a ser especialmente maior porque, além de anunciar a chegada de 2009, ele também anunciaria seu 150º aniversário.BBC Brasil - Todos os direitos reservados. É proibido todo tipo de reprodução sem autorização por escrito da BBC.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.