BRT começa a funcionar hoje em Belo Horizonte

O sistema de trânsito rápido de ônibus (BRT, do inglês Bus Rapid Transit) de Belo Horizonte começou a funcionar na madrugada sábado (8) depois de quatro anos de obras, diversos adiamentos e em meio à confusão de usuários por falta de informações. O Move, como o BRT foi batizado pela prefeitura, começou a operar com três linhas "troncais" que ligam a Estação São Gabriel, no bairro de mesmo nome, na região nordeste da capital, à área central da cidade, pela avenida Cristiano Machado.

MARCELO PORTELA, Agência Estado

08 Março 2014 | 14h01

De acordo com a prefeitura, nesta primeira fase do sistema vão circular 18 ônibus que devem transportar aproximadamente 30 mil passageiros diariamente. Nesta primeira fase, 26 linhas alimentadoras chegarão à Estação São Gabriel. Com a operação do BRT - que é um dos principais projetos de mobilidade na cidade para a Copa do Mundo que terá início em junho -, 140 ônibus deixarão de circular na região central da cidade.

A prefeitura aponta outras vantagens do sistema, como redução em cerca de 15 minutos no tempo das viagens, o embarque e desembarque em estações cobertas, monitoradas por câmeras para tentar dar segurança aos usuários. Para evitar aglomerações, as compras de bilhetes ou recargas dos cartões para os ônibus são feitas em postos fora das estações, que vão funcionar com pessoal e sistema informatizado.

Mas, na manhã deste sábado, usuários ainda enfrentaram uma série de problemas. Além da falta de informação, quem usou o sistema encontrou áreas interditadas ou ainda em obras nas estações, que também estavam com painéis desligados, o que aumentou a confusão de usuários. "Eu peguei o primeiro (ônibus) que vi, porque fiquei em dúvida sobre qual era o certo. Desci no lugar errado e vou ter que andar um pouco para pegar outro e chegar ao trabalho", disse a cozinheira Maria Auxiliadora Moraes Silva, ao desembarcar no Centro da capital.

"É um processo de implantação gradual, exatamente para que todo o sistema seja ajustado. Inclusive (o início da operação) com a estação por acabar é o que dará segurança para a implantação sem atropelos", afirmou o prefeito Marcio Lacerda (PSB), ao viajar na linha 83D do BRT, que segue da Estação São Gabriel para a avenida Paraná, no Centro, sem paradas.

Mais conteúdo sobre:
Belo HorizonteBRT

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.