MARCOS ARCOVERDE/ESTAD?O
MARCOS ARCOVERDE/ESTAD?O

BRT volta a circular no Rio, mas movimento de passageiros é fraco

Na madrugada e na manhã, treze ônibus foram depredados; veículos foram recolhidos, reparados e devolvidos à operação

Roberta Pennafort, O Estado de S.Paulo

28 Abril 2017 | 12h44

RIO - Apesar da depredação de treze ônibus ocorridas mais cedo, os articulados do BRT estão circulando normalmente. Mas o movimento de passageiros é 60% menor do que o de um dia regular, segundo informou o consórcio que opera o sistema. No terminal Alvorada, na Barra da Tijuca, zona oeste, é nítido também o menor fluxo de passageiros dos ônibus comuns. 

O BRT Rio informou que no início da manhã protestos chegaram a interromper alguns serviços. Os intervalos foram regularizados. No corredor TransOeste,  por volta das 5h40, manifestantes atearam fogo em pneus na pista na altura da estação Embrapa, em Guaratiba. Já no TransCarioca, às 8h15, um grupo tomou as pistas da avenida Abelardo Bueno, na Barra. 

As depredações ocorreram de madrugada e de manhã. Como esses episódios são recorrentes, o BRT já tinha itens como vidros de janelas e portas para reposição. Os veículos foram recolhidos, reparados e devolvidos à operação.

"Estamos trabalhando com equipe completa em regime de plantão para garantir que, apesar da greve, a população do Rio que depende de nossos serviços não seja desassistida", disse Suzy Balloussier, diretora de Relações Institucionais do Consórcio BRT.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.