Bush tenta abrir nova frente no combate a aquecimento

Não há muito tempo para assegurar uma transição tranqüila para o modelo que sucederá Kyoto

REUTERS

03 de agosto de 2007 | 13h21

O presidente dos EUA, George W. Bush, marcou para setembro uma conferência sobre o aquecimento global da qual devem participar os países mais poluentes do mundo em meio a esforços para reduzir as emissões de gases do efeito estufa.   Veja também:  Bush agenda conferência sobre clima para fim de setembro   Leia abaixo um possível cronograma, e alguns dos obstáculos, para um eventual acordo global que entraria em vigor no dia 1o de janeiro de 2013, depois de expirar o primeiro período de vigência do Protocolo de Kyoto.Por meio desse protocolo, 35 países industrializados comprometeram-se em reduzir suas emissões de gases do efeito estufa, até 2008-2012, para um patamar 5% menor que o registrado em 1990. CORRENDO CONTRA O TEMPONão há muito tempo para assegurar uma transição tranqüila rumo a um novo conjunto de regras a vigorar de 2013 em diante porque os governos calculam que serão necessários cerca de dois anos para negociar um novo pacto e de mais dois para ratificá-lo.Foram necessários dois anos, entre 1995 e 1997, para negociar o Protocolo de Kyoto e de mais oito para ratificá-lo antes que entrasse em vigor, em 2005.Os mercados de venda de cotas de emissão de carbono e os investidores interessados nesse setor (interessados em investir, por exemplo, em novas fábricas e novas usinas de energia), desejam saber o quanto antes quais serão as novas regras. 200731 de maio - Bush afirma desejar que os 15 maiores emissores de gases do efeito estufa - liderados pelos EUA, China, Rússia e Índia - "trabalhem juntos para desenvolver uma meta mundial e de longo prazo para reduzir as emissões".O atual plano dos EUA, elaborado no governo Bush e que deve vigorar até 2012, tenta reduzir as emissões sem adotar os limites compulsórios fixados pelo Protocolo de Kyoto. O presidente vem defendendo a adoção de acordos internacionais voluntários, nos quais os países ricos forneceriam tecnologias limpas aos países mais pobres.Alguns governos temem que o plano de Bush atrapalhe, ao invés de corroborar, os esforços da Organização das Nações Unidas (ONU) para reduzir as emissões de poluentes.6 a 8 de junho - Os líderes dos países-membros do Grupo dos Oito (G8, que reúne nações industrializadas) realizam um encontro na Alemanha. A chanceler (primeira-ministra) alemã, Angela Merkel, defende a adoção de um plano mais ambicioso e diz que o mundo precisa, até 2050, cortar as emissões para 50 por cento abaixo dos níveis de 1990. DOIS GRUPOS DISTINTOSDois blocos precisam fundir-se para abrir as portas a um eventual acordo mundial:- Os 35 países do Protocolo de Kyoto- E os cerca de 200 países envolvidos em um diálogo patrocinado pela ONU sobre "uma ação cooperativa de longo prazo para enfrentar o problema do clima". Esse grupo inclui os países do Protocolo de Kyoto, os países em desenvolvimento, os EUA e a Austrália. Esses dois últimos opõem-se ao Protocolo de Kyoto, que consideram injusto e excessivamente sacrificante.27 a 31 de agosto - Autoridades de primeiro escalão de vários países reúnem-se em Viena para negociar sobre o Protocolo de Kyoto e uma nova rodada de diálogos mais amplos.24 de setembro - A ONU pretende realizar uma reunião de "alto escalão" para discutir as mudanças climáticas. Esse encontro aconteceria em Nova York.3 a 14 de dezembro - Ministros do Meio Ambiente de vários países reúnem-se em Bali (Indonésia). Esse será o primeiro encontro no qual podem ser iniciadas negociações formais sobre um acordo pós-Kyoto. Caso isso não aconteça, os países envolvidos podem acertar prorrogar o diálogo da ONU. Autoridades dos EUA afirmaram na quinta-feira que o discurso de Bush havia, na prática, dado início às negociações de Bali. 2008Bush deseja que os maiores emissores de gases do efeito estufa selem até o final de 2008 um acordo sobre reduzir as emissões.Dezembro - Ministros do Meio Ambiente do mundo todo reúnem-se novamente na Polônia. 200920 de janeiro - Bush deixa a Presidência dos EUA.Dezembro - Ministros do Meio Ambiente reúnem-se na Dinamarca. Muitos países esperam que o lançamento das negociações em Bali, em 2007, permita a assinatura de um acordo nas negociações de Copenhague. 201231 de dezembro - Chega ao fim a primeira fase do Protocolo de Kyoto.

Tudo o que sabemos sobre:
climaaquecimento globalkyotobush

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.