Informação para você ler, ouvir, assistir, dialogar e compartilhar!
Estadão Digital
Apenas R$99,90/ano
APENAS R$99,90/ANO APROVEITE

Butantã deve testar vacina contra dengue em voluntários

Cerca de 400 voluntários serão os primeiros a testar a eficácia da vacina contra a dengue em São Paulo, numa iniciativa do Instituto Butantã em parceria com o Instituto Nacional de Saúde dos Estados Unidos. As primeiras doses deverão ser aplicadas no ano que vem. Os voluntários, pessoas que nunca tiveram a doença, receberão duas doses da vacina, num intervalo de seis meses.

AE, Agência Estado

22 de dezembro de 2010 | 09h06

O próximo passo da pesquisa será repetir o teste em dois grupos populacionais distintos: um que teve a doença e outro que nunca foi contaminado. Essa etapa está prevista para ocorrer em 2012, no município de Araraquara, na região de Ribeirão Preto.

Só depois disso, com a aprovação da Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa), é que a vacina será multiplicada em Araraquara, passando em seguida a outras cidades.

O coordenador da Vigilância em Saúde de Araraquara, Feiz Mattar, afirma que a cidade foi escolhida pela boa infraestrutura no campo epidemiológico. "Temos técnicos competentes para integrar o grupo de acompanhamento da aplicação da vacina", afirma. A cidade tem quase 200 pessoas trabalhando contra a dengue.

Atualmente, há outras duas vacinas contra a dengue em desenvolvimento: uma da Sanofi-Aventis, testada em 55 pessoas no Espírito Santo, e outra ainda em estudo pela Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz) e a farmacêutica GlaxoSmithKline. As informações são do jornal O Estado de S. Paulo.

Tudo o que sabemos sobre:
saúdedenguevacinaButantã

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.