Cade aprova projeto de Eike e BNDESpar para semicondutores

O Conselho Administrativo de Defesa Econômica (Cade) aprovou nesta quarta-feira, sem restrições, o projeto liderado pelo grupo EBX, do empresário Eike Batista, e pelo BNDESpar para a fabricação de semicondutores em Minas Gerais, por meio da SIX Semicondutores.

Reuters

21 de novembro de 2012 | 15h11

A operação consiste em aportes na SIX que darão à EBX e ao BNDESpar, unidade de participações do Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES), fatias de 33 por cento, cada uma, no capital da fabricante de semicondutores.

A empresa terá ainda como sócios a IBM, a Matec, a WS e o Banco de Desenvolvimento de Minas Gerais (BDMG).

(Por Leonardo Goy)

Tudo o que sabemos sobre:
TECHEIKESEMICONDUTORESLEGAL*

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.