Calderón liga para Dilma por vítimas da chuva e oferece ajuda

A presidente Dilma Rousseff conversou, nesta sexta-feira, com o presidente do México, Felipe Calderón, que a convidou para visitar o país e manifestou solidariedade às vítimas das chuvas na região serrana do Rio de Janeiro.

REUTERS

21 de janeiro de 2011 | 18h33

Em um telefonema de pouco mais de cinco minutos, segundo a assessoria da Presidência, Calderón também ofereceu ajuda para a região devastada pelas fortes chuvas. A iniciativa da ligação partiu do presidente mexicano.

As chuvas que caíram no dia 11, na região serrana, devastaram cidades e provocaram mais de 770 mortes.

De acordo com a assessoria da Presidência, Dilma aceitou o convite, tendo em vista as relações estratégicas entre os dois países.

Na quinta-feira, a presidente recebeu a ligação do líder líbio, Muammar Kadafi, que também ofereceu ajuda à vítimas das chuvas. Os dois devem se encontrar em fevereiro, durante reunião entre países sul-americanos e árabes.

(Reportagem de Maria Carolina Marcello)

Tudo o que sabemos sobre:
POLITCACALDERONDILMA*

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.