Calor bate recorde histórico no Ano Novo de Hong Kong

A antiga colônia britânica no Extremo Oriente inaugurouo Ano do Porco com as maiores temperaturas registradas nos últimos122 anos, voltando ao tema mais discutido atualmente na cidade, o problemada poluição. Segundo a cadeia de rádio e televisão local RTHK, a regiãoadministrativa especial chinesa experimentou o primeiro dia do novoano lunar mais quente desde que o observatório da cidade começou aregistrar dados, em 1885. Hong Kong alcançou no domingo uma temperatura de 25,3º C,superando o recorde de 24,6º C alcançado em 1982.Neste mesmo fim de semana, a Associação de Proteção ao meioAmbiente criticou o fato de que o governo fez pouco para reduzir osgases que provocam o efeito estufa, dois anos depois da entrada emvigor do Protocolo de Kyoto.A associação denunciou que Hong Kongpoderia ser considerada "campeã mundial" das emissões de dióxido de carbono,uma vez que a produção de gás carbônico, por metro quadrado da cidade, é 500vezes superior à dos Estados Unidos, o principal emissor de carbonodo planeta.

Agencia Estado,

19 de fevereiro de 2007 | 12h04

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.