Calor e mar agitado dão trabalho a guarda-vidas do Rio

Os bombeiros do Grupamento Marítimo (G-Mar) tiveram muito trabalho hoje na orla de Copacabana, na zona sul do Rio. Apesar do céu nublado, os cariocas lotaram as praias da cidade, estimulados pelo calor. O mormaço foi responsável por temperaturas entre 19ºC e 35ºC. Alguns termômetros da orla chegaram a marcar 38ºC. Com as praias cheias, os guarda-vidas tiveram que tirar muita gente da água, principalmente em Copacabana. É que o mar agitado do sábado, combinado com a retração da maré no domingo, criou valas na areia da praia, surpreendendo banhistas mais desavisados. Os bombeiros até espalharam placas pela praia para sinalizar os bancos de areia, mas muita gente precisou de ajuda para sair do mar. No meio da tarde, o helicóptero da corporação já tinha sido acionado cinco vezes para retirar banhistas em processo de afogamento com a ajuda de uma rede tracionada por uma corda. Pelo menos outros seis salvamentos já haviam sido feitos pelos bombeiros dos postos de salvamento. Nas praias de Ipanema, Leblon, São Conrado e Barra da Tijuca, o número de resgates foi considerado normal.

ALEXANDRE RODRIGUES, Agencia Estado

25 de novembro de 2007 | 18h14

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.