Câmara aprova Lei do Gás e projeto segue para sanção de Lula

O plenário da Câmara dos Deputados aprovou nesta quinta-feira, por unanimidade, o projeto de lei do gás natural, que já passou pelo Senado e agora segue para sanção do presidente Luiz Inácio Lula da Silva. Fruto de acordo entre o governo e os diferentes segmentos do setor, o projeto dispõe sobre o transporte, processamento, estocagem, liquefação, regaseificação e comercialização do gás natural. A principal mudança aprovada é o fato de a infra-estrutura de transporte de gás para consumo de uma empresa não precisar de concessão, embora continue sendo autorizada e fiscalizada pelos órgãos do setor, informou a Câmara dos Deputados em seu site. A modalidade de produção para o consumo de um único usuário (consumo próprio), seja por importação ou compra de gás em grande quantidade, também foi regulamentada pelas emendas. (Texto de Denise Luna)

REUTERS

11 Dezembro 2008 | 13h35

Mais conteúdo sobre:
ENERGIA GAS*

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.