Câmara aprova projeto para atender vítimas de estupro

A Comissão de Constituição e Justiça e de Cidadania da Câmara aprovou ontem, em caráter conclusivo, Projeto de Lei que cria centros de atendimento para vítimas de estupro. A proposta segue agora para avaliação no Senado.Pela proposta, cada Centro de Atendimento Integrado à Mulher (Caim) contará com policiais especializados, peritos do Instituto Médico Legal (IML), integrantes do Ministério Público, corpo médico, assistentes sociais e psicólogos, e funcionará ainda como abrigo temporário para vítimas de violência sexual doméstica.De acordo com o autor do projeto, deputado Eduardo Cunha (PMDB-RJ), os recursos para a implantação virão do orçamento destinado à segurança pública e ação social dos Estados. As informações são da Agência Câmara.

AE, Agencia Estado

11 de julho de 2008 | 16h04

Tudo o que sabemos sobre:
Câmaracriaçãovítimas de estupro

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.