Câmara de SP vai avaliar venda de terrenos da Prefeitura

O prefeito Gilberto Kassab (sem partido) enviou ontem à Câmara Municipal dez projetos de lei que pedem autorização para a venda de terrenos da Prefeitura. A lista inclui o quarteirão de 20 mil metros quadrados do Itaim-Bibi, as usinas de asfalto da Barra Funda e de Santo Amaro e imóveis na Marginal do Pinheiros, na Mooca e no Pari.

AE, Agência Estado

02 Junho 2011 | 11h24

O preço inicial dos imóveis foi avaliado em R$ 108,8 milhões, mas a legislação federal obriga que uma nova avaliação seja feita quando a licitação for lançada e esse valor deverá subir. O mais valioso é o terreno do Itaim-Bibi, que está avaliado em R$ 38 milhões - a administração acredita que o valor final após a concorrência pode chegar a R$ 200 milhões.

Outros dez imóveis que já contam com autorização do Legislativo também deverão ser alienados pela Prefeitura nos próximos meses. A administração diz que vai usar o montante arrecadado nas vendas para a construção de creches - zerar o déficit de 120 mil vagas no ensino infantil foi uma das promessas de campanha de Kassab. As informações são do jornal O Estado de S. Paulo.

Mais conteúdo sobre:
terrenos venda Prefeitura Câmara SP

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.