Câmara divulgará pela Internet gastos com verba indenizatória

A Mesa Diretora da Câmara decidiu na terça-feira por unanimidade divulgar em 45 dias à sociedade pela Internet detalhes dos gastos dos deputados com a verba indenizatória. Os dados, que incluem números das notas fiscais apresentados pelos parlamentares e as empresas que prestaram serviços aos deputados, estarão disponíveis no site da Câmara. Os deputados recebem um salário mensal bruto de 16.512,09 reais, mais uma verba indenizatória de 15 mil reais por mês, a título de despesas com aluguel, manutenção de escritório, alimentação, serviços de consultoria e pesquisa, contratação de segurança, assinatura de publicações, TV a cabo, internet, transporte e hospedagem. O deputado é ressarcido ao apresentar os comprovantes fiscais desses gastos. Segundo a Câmara, os 513 deputados apresentam à administração da Casa cerca de 17 mil notas fiscais por mês. O tema ganhou relevância depois que surgiu a suspeita de que o deputado Edmar Moreira (MG), que renunciou à segunda vice-presidência da Câmara, teria repassado recursos da verba indenizatória às suas próprias empresas de segurança particular. O deputado, que foi desfiliado do DEM, também é acusado de fraudar a Previdência e de não declarar à Justiça Eleitoral a posse de um castelo no interior de Minas Gerais, o que é negado pelo parlamentar.

REUTERS

17 de fevereiro de 2009 | 12h50

Tudo o que sabemos sobre:
POLITICACAMARA*

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.