Câmara vai discutir fraudes e fiscalização do leite

As fraudes no sistema de beneficiamento do leite e o sistema de fiscalização do governo para a cadeia produtiva são temas de audiência pública conjunta das comissões de Agricultura e de Defesa do Consumidor da Câmara dos Deputados marcada para o dia 14 de novembro. O ministro da Agricultura, Reinhold Stephanes, confirmou participação na audiência, informou a assessoria de imprensa da Comissão de Agricultura.Hoje, durante reunião, o presidente da Comissão de Agricultura, deputado Marcos Montes (DEM-MG), defendeu o que chamou "instituição" Cooperativa dos Produtores de Leite do Vale do Rio Grande (Copervale), de Uberaba (MG). Funcionários da Copervale são suspeitos, segundo investigação do Ministério Público Estadual, de adicionar de forma irregular substâncias químicas ao leite tipo longa-vida como forma de ampliar o prazo de validade da bebida. A Cooperativa Agropecuária do Sudoeste Mineiro (Casmil), de Passos, também estaria envolvida nas fraudes. Para o parlamentar, a Copervale deve ser preservada do escândalo. "A polícia deve apurar os responsáveis pelo crime, e estes devem responder perante a Justiça e a sociedade pelos seus atos, mas a instituição Copervale deve ser protegida. Não podemos esquecer a história de mais de 60 anos da Cooperativa, seus cooperados e funcionários. Ela é a garantia de renda de centenas de pequenos e médios produtores de leite da região de Uberaba", disse. Montes disse estar preocupado com a repercussão do caso, que afetará inevitavelmente os pecuaristas associados à Copervale. A Cooperativa, criada há 60 anos, tem aproximadamente 400 cooperados.

FABÍOLA SALVADOR, Agencia Estado

31 de outubro de 2007 | 16h42

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.