Cambista vende ingresso falso para camarote e é detido

Um suspeito de vender quatro ingressos falsos para o Camarote Brahma foi detido pela Polícia Militar em frente ao local, em São Paulo, juntamente com os compradores dos ingressos, que foram levados à uma delegacia com base local no Sambódromo para esclarecer os fatos.

BEATRIZ BULLA, Agência Estado

02 Março 2014 | 03h45

De acordo com o grupo de amigos que comprou os ingressos, o pagamento foi de R$ 200 por convite. Após comprarem os ingressos na Avenida Olavo Fontoura, pediram que o vendedor os acompanhasse até a entrada e, no momento em que foram barrados pela organização do camarote, identificaram o vendedor.

Após cerca de 1 hora de negociação entre policiais, organizadores do evento e envolvidos no caso, todos foram levados à delegacia.

Os ingressos para entrar no Camarote Brahma, que dão acesso ao Sambódromo e a shows, chegam a custar ao menos R$ 1,2 mil por uma noite.

Procurada, a assessoria do evento informou que chamou os policiais para evitar que mais pessoas fossem lesadas e que, nos dos dias de evento, esta foi a única vez em que foi necessário pedir apoio dos PMs.

Mais conteúdo sobre:
carnaval 2014sambódromo

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.