Caminhoneiros interditam acesso ao Porto de Santos

Em Santos, caminhoneiros bloqueiam a Reta da Alemoa, que dá acessos ao porto da cidade pela margem direita, nesta segunda-feira, 1. Segundo a Companhia Docas do Estado de São Paulo (CODESP), responsável por administrar o porto, o embarque e o descarregamento de cargas ainda não foi afetado. O protesto provoca congestionamento na chegada a Santos pela Anchieta do km 62 ao km 64.

AE, Agência Estado

01 de julho de 2013 | 12h49

No acesso ao porto pela Cônego Domenico Rangoni, no Guarujá, a polícia evitou um segundo bloqueio. Os ativistas saíram da Praça da Bíblia, em Cubatão, e seguiram pela rodovia na tentativa de interditar o tráfego de caminhões, mas a Polícia Rodoviária Federal e a Polícia Militar impediram a passeata.

Manifestantes do Guarujá, no entanto, estão interrompendo o acesso de caminhões carregados de soja à Rua do Adubo, na margem esquerda do Porto de Santos e próxima ao cais de Conceiçãozinha. Procedentes do distrito de Vicente de Carvalho, eles reivindicam melhorias para a região e solicitam a presença da prefeita Maria Antonieta (PMDB) para discutir as melhorias.

Mais conteúdo sobre:
protestosSPPortoSantos

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.