Campanha de Hillary tem US$20 milhões de dívida no fim de abril

A campanha presidencial de HillaryClinton caiu em débito ainda mais profundo em abril mesmo comum grande esforço de angariar fundos para derrotar o rivalBarack Obama na disputa pela nomeação do Partido Democrata,mostraram registros financeiros de campanha. Hillary levantou 21 milhões de dólares de partidários, masgastou 28,6 milhões ao derrotar Obama nas primárias daPensilvânia, de acordo com registros arquivados na ComissãoFederal Eleitoral dos Estados Unidos na noite de terça-feira. A campanha da senadora relatou que está no vermelho em 19,5milhões de dólares. Sem contar os débitos com fornecedores, eincluindo dívidas com seus oficiais de campanha, o total éde9,5 milhões de dólares. Para a própria Hillary, a campanhadeve 10 milhões de dólares. Desde então, Hillary emprestou à campanha 1,4 milhão dedólares, o que significa que sua campanha a deve agora 11milhões. A campanha tinha 29,7 milhões de dólares no banco nofinal do mês. Obama arrecadou 30,7 milhões em abril, segundo osregistros. Ele tinha 46,6 milhões no banco no final do mês, comdébitos de 2 milhões. John McCain, o candidato republicano para as eleições denovembro, angariou 18,5 milhões e tinha 21,8 milhões no bancono final do mês. McCain seguiu consistentemente os democratas na corrida pordinheiro, mas gastou a maior parte do dinheiro das verbas deabril para o Comitê Nacional Republicano, entidade queprovavelmente o ajudará pesadamente nas eleições de novembro. O Comitê levantou 29,9 milhões em abril e reportou 40,6milhões de dinheiro em caixa. Em contraste, o Comitê Democrata Nacional levantou apenas4,6 milhões em abril, e tinha 4,4 milhões no banco no final domês. (Reportagem de Andy Sullivan)

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.