Candidato é preso ao tentar subornar comissão da OAB

Um candidato ao exame da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB) foi preso em flagrante na última terça-feira, em um estacionamento em Palmas (TO), acusado de subornar o presidente da comissão do exame.

SOLANGE SPIGLIATTI, Agência Estado

17 de fevereiro de 2011 | 11h04

Segundo a Polícia Federal, o candidato ofereceu R$ 10 mil ao presidente da Comissão de Exame da OAB/TO em troca de facilidade para obter a sua aprovação. O candidato estava sendo acompanhado por uma equipe da PF há uma semana. A polícia registrou o encontro para pagamento da primeira parcela, no valor de R$ 5 mil. Logo após o recebimento do valor, os policiais abordaram o candidato e o conduziram à Superintendência da PF.

O próprio presidente da Comissão de Exames da OAB/TO relatou à polícia a tentativa de suborno. A pena pode variar de dois a 12 anos de reclusão.

Tudo o que sabemos sobre:
OABsubornocandidatoprisãoTO

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.