Cantor bate recorde com 'show mais frio do mundo' na Sibéria

Apresentação do cantor britânico Charlie Simpson a -30º Celsius foi registrada pelo livro Guinness.

BBC Brasil, BBC

03 Dezembro 2012 | 08h57

O cantor britânico Charlie Simpson ganhou um registro no livro Guinness com a apresentação musical mais fria do mundo.

Simpson, líder da banda Fighstar, se apresentou por 15 minutos na cidade russa de Oymyakon, na Sibéria, a uma temperatura de -30º Celsius.

Simpson admitiu que pensou em desistir, mas conseguiu terminar a empreitada, diante de um público pequeno, mas animado.

"Tenho que dizer que depois da segunda música eu quase pensei em parar por causa dos meus dedos. Foi uma das experiências mais dolorosas da minha vida. Sempre soube que os dedos seriam a parte mais difícil, porque a pele estaria exposta. Mas eu segui adiante, foi extremamente doloroso", afirmou ele logo após a apresentação.

Para Craig Glenday, editor-chefe do Guinness Book of World Records, o feito de Simpson é "um dos recordes mais legais" do livro. BBC Brasil - Todos os direitos reservados. É proibido todo tipo de reprodução sem autorização por escrito da BBC.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.