Cantor espanhol Manolo Otero morre em São Paulo

O cantor e ator espanhol Manolo Otero, que fez muito sucesso nos países latinos na década de 70 com o álbum "Todo el tiempo del mundo", morreu nesta tarde. Ele faleceu no Hospital das Clínicas por volta das 15h25. O artista estava internado desde o dia 30 de maio para tratar um câncer de fígado.

J.PAULO CARVALHO, Agência Estado

02 Junho 2011 | 16h32

Manolo Otero, de 63 anos, nasceu em Madri, era filho de um barítono e uma atriz. Entre as canções mais conhecidas do espanhol estão "María no más", "Vuelvo a ti", "Qué he de hacer para olvidarte" e "Te he querido tanto".

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.