Cão mais feio do mundo recebe prêmio de R$ 3,3 mil

Vira-lata de dois anos sofreu maus tratos e queimaduras antes de ir para um abrigo e ser adotado

Associated Press

22 Junho 2014 | 19h02

" SRC="/CMS/ICONS/MM.PNG" STYLE="FLOAT: LEFT; MARGIN: 10PX 10PX 10PX 0PX;

SÃO PAULO - O cão mais feio do mundo, eleito neste fim de semana em um concurso em Petaluma, na Califórnia, se chama Peanut (amendoim) e é um vira-lata de pelos revoltos. 

O vencedor tem olhos e dentes salientes e um passado trágico. Quando ele era um filhote, sofreu maus tratos e queimaduras em diversas partes do corpo que lhe deixaram marcas visíveis. 

Ele foi parar em um abrigo para cães abandonados e foi adotado por Holly Chanlder, moradora da Carolina do Norte. Agora, a dona do cão mais feio do mundo vai usar os US$ 1,5 mil que recebeu na premiação para ajudar outros cães vítimas de maus tratos. O valor equivale a R$ 3,3 mil.

"Estamos tentando usá-lo como garoto-propaganda sobre o que pode acontecer com os animais que são mal tratados", disse a dona de Peanut. A escolha do cão mais feio do mundo, realizada pelo 26º ano consecutivo, é feita por três três juízes que analisam diversos quesitos, incluindo atributos especiais ou incomuns, personalidade e feiúra natural.

Mais conteúdo sobre:
Cães

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.