Capitania dos Portos apreende habilitações falsas no PR

A Capitania dos Portos do Paraná (CPPR) apreendeu 120 Carteiras de Habilitação de Amadores (CHA) falsas durante a Operação Verão, encerrada na semana passada. O documento é de uso obrigatório para operar embarcações de esporte ou recreio, entre elas o jet ski, e é emitida exclusivamente pela Marinha do Brasil, por meio das Capitanias dos Portos. Quem adquire a carteira falsa está sujeito a ser indiciado em Inquérito Policial Militar.

EVANDRO FADEL, Agência Estado

19 Março 2012 | 16h09

Segundo o capitão dos Portos do Paraná, capitão-de-Mar-e-Guerra José Henrique Corbage Rabello, as apreensões foram possíveis, particularmente, em razão de um trabalho integrado entre a Marinha e outros órgãos de segurança pública, e em razão de alterações em gestão. "Implementamos nosso centro de operações, responsável por verificar em tempo real as condições das habilitações e dos registros das embarcações", ressaltou. Houve, também, um reforço no número de pessoas nas inspeções navais.

A CPPR acentuou que as inspeções vão continuar, independentemente da temporada de verão. "Faço um alerta à comunidade para que não se iluda com falsa vantagens oferecidas por terceiros", reforçou o capitão. "Em caso de dúvidas, procure a Capitania dos Portos para evitar problemas futuros e ter que responder administrativa e ou criminalmente pela infração".

A Operação Verão desenvolveu-se de dezembro de 2011 ao dia 15 de março. Foram apreendidas cerca de 40 embarcações e emitidas aproximadamente 300 notificações. Entre as principais infrações observadas estão trafegar sem habilitação, falta de equipamentos de segurança e deixar de inscrever ou registrar a embarcação. Os bafômetros foram utilizados de forma mais efetiva na última operação e resultou na prisão em flagrante de um piloto de jet ski, abordado por fazer manobras arriscadas.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.