Capitão é morto durante exercício de guerra

O capitão do Exército Anderson Márcio Gomes da Silva faleceu hoje durante um curso de guerra na selva que estava fazendo no Lago Puraquequara, próximo a Manaus. O oficial estava fazendo instrução de embarque e desembarque de bote quando outros militares perceberam que ele estava emborcado, cinco centímetros abaixo da linha d''água. Os companheiros tentaram reanimá-lo e o levaram para o hospital, mas não conseguiram salvá-lo.O capitão servia no 52º Batalhão de Infantaria de Selva, em Marabá, no Pará. Foi aberto inquérito policial-militar para investigar as causas da sua morte. O IPM deve durar 40 dias, podendo ser prorrogado por mais 20. As informações foram dadas pelo Comandante Militar da Amazônia, general Augusto Heleno Pereira, que está em viagem pelos pelotões de fronteira, acompanhando o ministro da Defesa, Nelson Jobim.

TÂNIA MONTEIRO, ENVIADA ESPECIAL, Agencia Estado

15 de outubro de 2007 | 21h56

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.